O jardim de inverno surgiu em países frios onde as pessoas queriam ter acesso ao verde mesmo em períodos de neve, por isso, cultivavam plantas dentro de casa.

Mesmo que no Brasil o inverno não seja tão castigante quanto em outras regiões, algumas plantas podem ser prejudicadas pela baixa temperatura em áreas externas. Por isso, os jardins de inverno também tornaram-se tendência por aqui e podem ser montados em uma varanda ou em um espaço integrado à casa.

Separamos algumas dicas para transformar um pedacinho do seu lar em um lindo jardim de inverno. Existem dois tipos de plantas que podem fazer parte do seu jardim de inverno:

  • Plantas para locais em que a luz do sol bate diretamente

Geralmente são plantas que não necessitam de muita irrigação, pois têm como característica o armazenamento de líquido nas folhas. Por esse atributo de precisarem de pouca água, essas plantas são as mais fáceis para o dia a dia. Com elas, a principal atenção que se deve ter no seu jardim de inverno é regar na medida certa para mantê-las sempre saudáveis e belas.

As principais plantas com essa particularidade são:

Aortia;

Dedinho de moça;

Carpete dourado;

Jade;

Planta Fantasma;

Flor da fortuna

Planta pérola;

Gastéria;

Peperômia;

Flor de maio.

  • Plantas para lugares iluminados pelo sol, mas não diretamente

Para fazer parte daquele ambiente da casa que até é iluminado, mas não recebe luz do sol diretamente o dia inteiro, você deve optar por plantas que precisam bastante de rega, então atente-se a rotina e a necessidade de cada planta no seu jardim de inverno. As mais indicadas são:

Bromélia;

Begônia;

Orquídea;

Samambaia;

Espada de São Jorge;

Palmeira leque;

Jibóia;

Lírio da paz;

Zamioculca zamiifolia;

Ráfis.

Os jardins de inverno são a natureza ao seu alcance, dentro de casa. Aproveite o ambiente para curtir e relaxar!